Dica de Cozinha: macarrão de uma panela só!

Há tempos eu havia visto posts com esse título no Pinterest, mas nunca me interessei em fazer. Pois foi em um dia de preguiça extrema que resolvi dar uma chance. Havia sobrado duas sobre-coxas de frango da refeição anterior e então resolvi usá-las no experimento.

A idéia é simples: você coloca em uma só panela o macarrão, o molho, os temperos e o que mais quiser adicionar, adiciona 250ml de água aproximadamente para casa 100g de macarrão e deixa a mágica acontecer! Como eu gosto de molho, usei 300ml de molho de tomate pronto para essa refeição para dois. Para mostrar o passo a passo, criei um GIF. Confere aí:

Almoço de uma panela só

Como o macarrão era longo demais para a panela, cortei na metade. Usei a variedade integral pois é praticamente a única que tenho em casa há um ano. A escolha do tipo de macarrão é importante, pois é ele que decidirá se sua massa ficará boa ou não. Eu vi receitas com spaghetti, fettuccine, penne, farfale… Acredito que todas essas massas “mais finas” e separadinhas… Tentei fazer novamente usando aquelas massas caseiras em ninho e vou uma decepção pois ela não só cozinhou de forma desigual, como se partiu todas assim que mexi na panela. Então, não arrisque e siga nas tradicionais não caseiras!

Embora eu tenha colocado os ingredientes de forma a tirar a foto e mostrar todos, o ideal é você colocar a massa primeiro, seguida do molho e da água (preferencialmente já misturar o molho e a água antes de colocar na panela), os temperos e os demais ingredientes. Dê uma leve mexida na panela apenas segurando pelas alças e deixe em fogo algo até abrir fervura. Baixe o fogo e deixe coberto por cinco minutos. A partir de então, mexa periodicamente na panela a fim de não deixar que a massa grude no fundo e teste o ponto do macarrão. Se o molho estiver muito aguado e o macarrão estiver quase no ponto que você gosta, aumente o fogo e deixe destampado para que a água evapore e o molho engrosse. Caso o seu molho esteja secando e seu macarrão ainda não esteja no ponto, coloque um pouco mais de água para que o macarrão cozinhe por mais algum tempo. Eu gosto de MUITO molho, na verdade eu gosto de molho com massa e não massa com molho… Então, quando ainda estava bem molhadinho e o macarrão perfeitamente al dente, desliguei o fogo e coloquei o queijo ralado que se fundiu ao molho e ficou uma maravilha! Eu jamais havia conseguido deixar o macarrão no ponto que eu gosto (aquele ponto em que está cozido, mas firme) até fazer esse prato. Estou maravilhada!

Isso realmente revolucionou a maneira de fazer macarrão para mim. Eu AMO massas, mas não gosto da quantidade de panelas que precisava utilizar, ainda mais aquela espagueteira gigantesca que ocupava um espaço enorme no escorredor de louças – eu não seco louças pois lavar já é castigo suficiente!

Fique atento aos seguintes detalhes:
1. Caso não esteja usando molho industrial, adicione azeite na sua preparação. Os molhos industriais tem bastante gordura e isso ajuda a manter o macarrão solto.
2. Lembre-se de não se aventurar nas massas caseiras…
3. Fiz este teste com massas recheadas, como raviolli, e também funcionou. Tudo depende do quão bem envolvida está sua massa pelo molho…

Se aventurem e me contem!

😉

Bala de Gelatina

Como contornar a vontade de comer porcaria? Enganando o cérebro!

Tentativa 1:

Balas de Gelatina
(adaptada do blog 2beauty) 

Ingredientes:

1 pacote da gelatina diet (usei de maracujá, mas pode ser do sabor que você mais gosta)
1 pacote da gelatina sem sabor (incolor ou vermelho, quando usar gelatina de morango, por exemplo)
2/3 xícara de água (ou 1/3 se quiser que a bala seja bem dura)

Modo de fazer:

Misturar os ingredientes em uma panela e deixar parado por 3 minutos – atente ao tempo pois a gelatina começa a endurecer, mas é contornável… Levar ao fogo baixo misturando os ingredientes até desaparecerem qualquer grumos e ficar homogêneo e líquido. Despejar em forminhas de gelo, ou próprias para balas.

Usando 2/3 xíc. de água consegui fazer 12 balas de 10 x 1 x 1cm, ficando 10kcal cada. Também fiz em forminhas de gelo quadradas e ficou bem legal!

Calorias totais da receita: 120

BalaGelatina.083

É um pouquinho estranho, mas acostuma!

🙂

grav

Macarrão Fácil: molho pesto e tomate pelado

Quer coisa mais fácil que macarrão? Então imagina este que se chama Macarrão Fácil? Haha.

O que faz deste macarrão ainda mais fácil é o fato de que o molho já está pronto! Eu nem me dei ao trabalho de colocar em uma panela. Simplesmente misturei diretamente no macarrão, cozido e escorrido, e aqueci tudo junto rapidamente! Muito fácil!

Ele não é muito bonito, é verdade, mas é gostoso!

Macarrão.073

Eu preciso fazer um curso de fotografia e iluminação…

Essa cor estranha é porque o macarrão que utilizei já tinha manjericão na composição…

Macarrão Fácil

Ingredientes:
250g de macarrão de sua preferência
100g de molho pesto já preparado (indico o molho Pesto da Barilla…)
240g de tomate inteiro pelado (aquele da latinha…)
sal ao seu gosto
parmesão ralado a gosto

Modo de fazer:

Cozinhar o macarrão de acordo com o fabricante e escorrer. Enquanto isso, abra a lata de tomates e parta-os com faca (eles são tão macios que fui partindo com uma colher) e adicione sal. Quando o macarrão já estiver escorrido, retorne-o para a panela e adicione o pesto e a lata de tomates. Misture e aqueça rapidamente até borbulhar. Está pronto!

🙂

grav

Risoto de Charque Express

Sim. Risoto, não carreteiro.

Semana passada, estava eu sem comida em casa e sem vontade de sair para comer. Olhando a geladeira avistei o charque em um cantinho, sozinho e abandonado… Olhei aquela meia cebola no potinho e pensei: carreteiro! Mas como o único arroz presente na casa naquele momento era o arroz arbório, foi risoto! Haha.

O preparo se deu em menos de 30 minutos, e o resultado foi muito satisfatório:

Charque.062

Risoto de Charque Express

Ingredientes:

1/3 xíc. charque picado bem pequeno
1/2 cebola picada
1 dente de alho
1 c.s. de molho de tomate (ou meio tomate picado)
1/2 xíc. arroz arbóreo
2 xíc. água fervente
2 c.s. de queijo parmesão picado
sal, pimenta e tomilho ao seu gosto

Mode de fazer:

Em uma vasilha, coloque o charque picado em água fervente e deixe por um minuto. Retire a água e preencha com água fria. Troque a água mais uma vez, escorra e reserve o charque. Refogue a cebola e o alho, adicionando o charque quando a cebola estiver começando a dourar. Adicione o arroz e refogue rapidamente. Em fogo baixo, adicione 1 xícara de água fervente e mexa ocasionalmente. Adicione o tempero, o molho de tomate e mais 1/3 de xícara de água (caso o arroz esteja duro) e mexa ocasionalmente. Quando já estiver secando, desligue o fogo e adicione o parmesão. Mexa bem e abafe o arroz por dois minutinhos. Salpique com salsinha para decorar.

Rendimento: 1 pessoa com fome!

grav

Brownie Arrumadinho: caramelo, amendoim e chocolate

Eu fico sozinha em um final de semana e essas coisas acontecem:

brownies.001

Depois de muitos anos, eu comi um chocolate Snickers essa semana e, como já andava com vontade de comer um brownie, resolvi unir os dois. Procurei receitas de “Snickers Brownies”, mas a maioria levava marshmallows derretidos e, como eu não gosto dos marshmallows disponíveis no mercado eu teria de fazê-los em casa e eu tenho pena de separar gemas e claras…. Hahaha. Eu tenho preguiça de atividades “físicas”. Principalmente de lavar louça! Então acabo procurando receitas e maneiras mais fácil de se chegar em um bom resultado. Por mais que eu adore cozinhar (muitas vezes mais do que comer!) eu não gosto de gastar horas em pé na cozinha, então se eu puder fazer alguma receita ficar mais fácil, eu vou! Nem sempre o resultado fica tão bom quanto o original, mas na maioria das vezes compensa o atalho tomado. Então vamos lá!

Brownie Fácil
(você pode fazer vários “mix” e deixar pronto!)

Ingredientes:

1 xíc. açúcar
1/2 xíc. farinha de trigo
1/3 xíc. cacau em pó (ou chocolate, ou achocolatado*)
1/4 c.c. sal
1/4 c.c. fermento em pó
2 ovos
1/2 xíc. óleo
1 c.c. essência de baunilha

*Lembre que o caramelo é super doce e o achocolatado gera um brownie bastante doce, também!

Modo de fazer:

Preaqueça o forno a 180oC. Misture os ingredientes secos em um recipiente e reserve. Em outro, “misture” os ovos (mas evite bater) e adicione o óleo. Junte tudo em um único recipiente e misture, sem bater, até que esteja tudo homogêneo. Asse em uma forma quadrada (aprox. 25x25cm) ou retangular, untada (ou com papel manteiga) por 20 minutos. Dependendo da textura que você prefere, deixe por mais tempo ou teste com palito antes dos 20 minutos. Retire do forno e reserve.

Para cobertura:

Caramelo Fácil
(adaptado da receita original)

Ingredientes:

2/3 xíc. açúcar mascavo
1/2 xíc. açúcar
1/2 xic. creme de leite
3 c.s. manteiga/margarina sem sal
pitada de sal
1/2 c.s. essência de baunilha

100g amendoim torrado e salgado
100g chocolate amargo picado (meio-amargo, ao leite, etc. Depende do seu gosto, mas, novamente, lembre-se que o caramelo já é muito doce…)

Modo de fazer:

Coloque os açucares, creme de leite, manteiga e sal em uma panela em fogo baixo. Misture a medida que os ingredientes se dissolvem e esquentam. Mexa ocasionalmente a panela. O tempo que ficará no fogo dependerá do ponto que você quer o caramelo. Para líquido, 10 minutos, sem deixar ferver muito (um pouco sempre acontece) é suficiente. Se você quer que ele fique mais consistente quando frio, deixe mais tempo, fervendo um pouco mais (uns 15 minutos de fogo). Seja qual for o seu “ponto”, adicione a baunilha quando estiver prestes a apagar o fogo e misture. Para o ponto utilizado no brownie foram aproximadamente 15 minutos no fogo.

Quando pronto, espalhe os amendoins por cima do brownie, o caramelo por cima do amendoim (a quantidade da receita é o suficiente para cobri-los) e o chocolate picado por cima do caramelo. O calor do caramelo deve deixá-lo levemente mole. Deixe tudo esfriar e leve a geladeira para “segurar” o caramelo, caso você tenha pressa para comê-lo! Haha

Nota: O tempo do caramelo pode variar dependendo da potência do seu fogão. Quanto mais forte a chama, menor o tempo, pois tende a ferver com facilidade. Se este for o caso, mexa constantemente a panela.
Eu sou muito fã de misturas prontas para algumas receitas, portanto, sinta-se livre para utilizar os “mix” para brownie que estão no mercado. Eu uso muito a mistura para brownie/petit gateau da Fleischmann. Eu particularmente não me acertei com o petit, ao menos o que eu faço em casa é melhor… Também, ao assar o brownie eu gosto de revestir a forma com papel manteiga deixando-o “alto”, para poder retirar tudo de uma vez só, sem sujeira! O caramelo é grudento…

Rendimento: aproximadamente 16 quadrados de 5×5 cm.

Devido a doçura, este brownie casa muito bem com um café sem açúcar ou um chá preto (também sem açúcar)… Eu não tomo nenhum dos dois com açúcar, mas para aqueles que o fazem eu sugiro que tentem não adoçá-los quando acompanhados com doces… Parece que o café fica doce e o doce ainda mais doce…

🙂