Dream Pure 8-in-1 BB Cream – Maybelline (Jade)

PREP POSTS 2014:2015.095

 

Como mostrado no vídeo de compras da Alemanha, comprei o Dream Pure BB Cream da Maybelline há cerca de dois meses em Viena, na Áustria. Eu não conhecia este BB que já existe há mais de ano lá por fora, mas que recém chegou à nossa terrinha. Pelas resenhas que vi, ele foi lançado exatamente no período que eu estava na Europa. Acabei comprando dois, mas nem precisava, não é? Hehe. A menos que a versão brasileira, como a do Dream Fresh, seja diferente da gringa. Aí é fogo…

Segundo a marca (tradução livre):

O primeiro BB cream que combate a acne, ajuda a tratar sua pele com oito benefícios! Com 2% de ácido salicílico, para pele mista a oleosa e com propensão à acne.
O Dream Pure BB Cream é um único passo para pele mais bonita hoje e mais saudável amanha!
– trata a pele;
– corrige imperfeições;
– minimiza a aparência dos poros;
– reduz a vermelhidão;
– se ajusta ao tom da pele;
– hidrata e suaviza a pele;
– melhora e clareia a pele;
– sem óleo e leve na pele

Vamos conferir?

PREP POSTS 2014:2015.096

O que eu achei:

Ele tem uma cobertura bem legal e é confortável. No entanto, nos dias de umidade, eu sinto ele na pele, como se não secasse por completo, o que exige a aplicação do pó. Ainda assim, ele é infinitamente mais seco do que o Dream Fresh, ao menos a versão brasileira (não conheço a versão gringa). Você pode ver pela foto que a pele não fica com aparência totalmente seca, tanto que existe “brilho” na testa. A pele fica, sim, uniforme e a vermelhidão quase imperceptível. Além disso, é possível, para mim, sentir a presença do ácido salicílico porque o produto na pele, tanto o cheiro quanto a sensação, me remetem aos produtos que eu usava na adolescência, como um hidratante com FPS e cor, para pele oleosa, da ClearSkin (Avon), o qual acredito que não exista mais.

Se o Dream Pure BB Cream trata e diminui as espinhas ao longo do tempo, não sei. Desde o inverno não tenho problemas com espinhas. Na TPM, uma costuma dar o ar da graça, mas não chega a se desenvolver… E como não uso o BB Cream todos os dias, não posso afirmar seu resultado em longo prazo.

Eu insisto bastante nos BB Creams, mas a verdade é que eu me sinto mais confortável com as bases que possuo. Como FPS 15 é pouco para nosso Brasél, acho importante uma proteção extra antes do BB ou base e não gosto do resultado protetor solar + BB porque parece muito melecado para mim. Mas uso o BB Cream sozinho quando vou fazer algo rápido, como ir no mercado.

Com relação a segurar a oleosidade, ele, sozinho, segura mais que todos os outros BBs que possuo, mas não faz milagre. Aplicar o pó para finalizar e reaplicar depois de certo tempo é o que melhor “segura”.

Abaixo uma amostra das texturas do Dream Fresh (BR) e do Dream Pure (EU):

PREP POSTS 2014:2015.097

É notável como o Dream fresh é mais líquido. A cor da esquerda é a CLARO no Brasil e a da direita a MÉDIO da Europa. Achei a clara deles rosada demais! A nossa já acho rosada também….

Pelo que vi do Dream Pure Brasileiro, a consistência é a mesma, no entanto, a cor CLARO do Brasil me pareceu muito a média da Europa…

O valor que paguei na Europa é equivalente ao valor do Brasil, então, ponto pra nós!

🙂

P.s.: Mais sobre BB Cream? Dream Fresh BB, Skinfood Peach Green Tea BB, BB Cream para Olhos.

topo-estojo-pinceis2

lancome20141203

Anúncios

Dream Touch Blush – Maybelline

Oie!

Para comemorar o aniversário de um aninho deste blush que passou mais da metade de sua vida em uma gaveta, resolvi honrá-lo mostrando-o para vocês. Hahaha.

Dream Touch.167

Eu comprei este blush na Sephora pois tinha curiosidade com o produto em creme, já que muitas pessoas dizem que blush em creme parece mais natural e é muito bom no inverno. Pois bem. Eu tinha exatamente a intenção de usá-lo no inverno passado, mas eu acabei encontrando um blush da cor que eu tanto procurava e usei  só ele!

A razão pela qual este não é meu “blush on the go”, se deve ao fato de eu não deixar um pincel específico para ele na bancada. É verdade. Me dei conta disso agora! Porque, teoricamente, além de um acabamento natural, ele é muito prático e um pouquinho rende bastante. Não se for aplicado com os dedos, porque dessa forma o produto fica nos dedos e não nas maçãs do rosto, e sim se aplicado com pincel de cerdas sintéticas, adequado para produtos cremosos por não absorver o produto como o de cerdas naturais faria. Dá uma olhada na pigmentação do produto concentrado…

Dream Touch.168

O esfumado da foto foi feito com o que ainda tinha de produto no dedo após mostrá-lo de forma concentrada.

No rosto, apliquei com pincel de cerdas sintéticas, mas precisei esfumar com os dedos pois o produto ficou muito concentrado.

Dream Touch.169 Dream Touch.170

O ideal desse blush é aplicar de pouco em pouco até chegar na cor que lhe agrade. Eu, particularmente, tenho a mão leve, mas precisei carregar para que aparecesse nas fotos para vocês. Ainda assim, ao vivo, parecia bem “saudável”.

Eu estou perdendo o medo do blush. Sempre tive, mas fico feliz em poder dizer que não terei esse medo para sempre. Por mais que a tendência de passarela seja manter o blush mais na periferia das maçãs, tenho notado o blush bem evidente nas maçãs das atrizes da tv americana como pode ser notado no compilado abaixo, principalmente na Candice Accola, de Vampire Diarie’s, e na Kaley Cuoco, de The Big Bang Theory.

blush celebs.171

Vou ficar por aqui antes que este post vire inspiração da Semana!
🙂Rak

Dream Fresh BB – Maybelline

Oie!

Ainda da série BB Cream… Hahaha!

Muito já se ouviu falar dos BB da Maybelline, tanto da versão americana quanto da brasileira. A versão americana, lançada em 2012, foi queridinha das blogueiras e muito esperada no Brasil. Porém, a versão que chegou a nós, foi um tanto tupiniquim. As meninas que já conheciam a versão americana reclamaram da textura e cobertura da versão brasileira. Comparada ao produto da L’Oréal, a versão brasileira do BB da Maybelline foi tida como péssima. Diante desse cenário, eu jamais havia testado o BB da Maybelline, uma vez que sequer gostei do BB Cream da L’Oréal.
Foi em um post recente sobre BB Creams da Skinfood que uma amiga que costuma ter dificuldades com produtos, pois a maioria lhe causa espinhas, me disse que estava se acertando com o da Maybelline. Minha reação foi: o.O. Hahaha! Acabei por comprar e testar a cor clara!

BBMaybe

Dá uma olhada na textura…

BBMaybe.161(Clique na imagem para aumentá-la. Deixei o produto concentrado no meio para marcar onde estava aplicado ou não.)

Ele é bastante líquido, de fundo rosado, com cobertura super leve (acho que foi uma das razões da Flávia ter gostado…). Testei por oito horas, com e sem primer, em dias quentes. A cor não é a ideal para mim, pois minha pele é mais neutra, mas dá para usar. Ele é extremamente leve, quase não dá para notar que algo foi aplicado no rosto. Ele não matifica a pele, deixa-a com o brilho natural… Dura bastante na pele, pois retirei a maquiagem com algodão ao final do dia e ele ainda estava lá… Mas o suor fez com que ele “se soltasse” com facilidade. Passei o dedo no meio da testa quando cheguei em casa e ficou a marca exatamente onde eu tinha passado, ou seja, se você é daquelas que não consegue ficar sem passar a mão no rosto, este produto não é para você! Ele pode ser um produto livre de óleo, mas não segura a oleosidade como eu esperava.
O fator de proteção 30 é a maior vantagem desse produto. Para quem curte a cobertura leve, esse produto é para você! Eu gosto/ preciso de mais cobertura…

Resumindo,  o Dream Fresh BB não deixa minha pele impecável porque:

  • Não disfarça as imperfeições como preciso devido a cobertura leve;
  • Não se ajusta ao meu tom de pele de maneira satisfatória.

No entanto, ele hidrata, suaviza e melhora a aparência da pele como prometido.

Pelo preço de aproximadamente R$30, acho que vale a pena testar para saber se funciona para você.

🙂Rak

Compras na Sephora!

Uhuuuu! Minha primeira compra na Sephora no Brasil! Online, claro, já que Porto Alegre não é importante o suficiente para ter uma Sephora.
Eu me rendi a uma compra na Sephora por uma razão apenas: nas compras acima de R$70 você ganhava uma miniatura da máscara they’re Real da Benefit (que custa R$50!!!). Como toooooodo mundo já falou que esta máscara é a melhor do mundo eu resolvi adquirir e não seria pagando o absurdo de R$50 em 3g de produto! Com isso, comprei alguns produtos que me eram interessantes ou geravam uma certa curiosidade…

comprasephora.002

Eu fiquei bem feliz com as compras e bastante surpresa com algumas!

O é bem suave e, pelo que ouvi falar, controla a oleosidade. Eu comprei ele por ter uma embalagem bem fina que se encaixa melhor na minha bolsa e por ter FPS 30, que ajuda a retocar o protetor solar ao longo do dia.

O lápis labial tem uma cor ótima, que dá para usar com muitos tons de vermelho! Eu comprei porque me borro toda ao passar batom vermelho (boca torta :s) e o lápis ajuda bastante.

O blush. Ah, o blush… Eu tenho problemas em encontrar O BLUSH que ficará ótimo para sempre, sabe? Eu tenho tantos e de tantas cores… Mas nenhum realmente opaco. Não que eu estivesse esperarando um blush opaco ao comprar este, mas enfim! Eu queria muito comprar a cor pêssego, mas algumas meninas diziam ser mais um iluminador do que um blush. Realmente, a cor pêssego tiver tanto brilho quanto este mauve, geeeente… É brilho pra vida! Eu comprei o mauve porque esperava que fosse um rosa antigo MESMO, mas ele está mais para rosa rosa. Eu sonho com um blush pêssego há muito tempo, mas recentemente soube que ele não seria ideal para minha pele. Eu tenho a pele clara, mas graças a MAC eu descobri que é clara com fundo amarelado e que para este tom de pele o ideal seriam cores rosadas (do claro ao escuro), bronzeadas e nunca alaranjada ou pêssego (#chateada). Assim, frustrou minha idéia do pêssego. Em compensação, achei um bronzer nas coisas da minha mãe que ficou bem legal e acho que logo vai ser meu (minha mãe sabe  quase ZERO de maquiagem, ou melhor, não tem a paciência necessária para o ritual completo – bronzer, iluminador, etc.).
Também, eu estava muito curiosa com um blush em creme (ou mousse…), pois minha tentativa com o blush em creme da linha Candy da Panvel foi muito frustrante. Neste ponto eu gostei deste da Maybelline, pois espalha bem.

O curvador elétrico da Sephora só valeu a pena porque paguei 60% mais barato. Não me entenda mal, ele “funciona”, mas R$70 em algo que levemente curva seus cílios não dá, né? Ele será meu curvex de bolsa, para aquele momento de dar um “up” na make do dia.

O Lip Butter me surpreendeu muito. Ele é realmente muito pigmentado para um produto que seria um hidratante com cor. Porém, vi por aí que não são todas as cores que tem pigmentação forte. Este vermelho é muito bonito e, eu que sou bem discreta, consigo usar sem problemas! O “problema” é que ele não hidrata para um hidratante labial, mas também não resseca como alguns batons.

E, enfim, a razão de todas as aquisições: they’re Real! Eu gostei bastante e logo notei que o segredo é realmente o aplicador. Ele é super espinhoso e bem firme. Pessoas menos coordenadas deveriam ter cuidado porque se aquilo pega no olho… Os meus cílios são até de bom tamanho, mas eles são para baixo :(. E, claro, em um olho são mais arqueados que do outro :/. Então, como o they’re real funciona mesmo, acaba um olho ficando com cílios mais elevados que o outro e eu tenho que baixar! Hahaha. Triste ser eu, ok?!

Resumindo, todas as compras foram boas, mas o curvador de cílios e o they’re Real! não valem o preço cobrado. Eu consigo o mesmo efeito com um curvador manual de R$15 e uma máscara de R$30, o que é uma boa economia…

🙂

P.S.: As imagens de produtos são provenientes de sites de compra via internet.