Máscara de Cílios Lash Intensity, Mary Kay

Mascara Lash Intensity

Comprei a máscara de cílios Lash Intensity da Mary Kay há meses e decidi que era hora de dividir com vocês o que achei. Haha.

Segundo a marca:

Com sua fórmula inovadora e aplicador exclusivo Double Impact, a Máscara para Cílios Lash Intensity alonga e dá volume aos cílios, além de hidratar e nutrir os fios. Baseado em estudo independente analisado por um avaliados após duas camadas de máscara, você verá:

  • 84% cílios mais longos
  • 200% mais volume

A máscara possui pró vitamina B5 que ajuda a proteger, nutrir e fortalecer os fios, componente ácido graxo emoliente que ajuda a prevenir a quebra dos frios, além de vitamina E, famosa por sua ação antioxidante.

Assim como as demais máscaras da marca, essa também possui vitaminas na sua fórmula. Então, o que faz da Lash Intensity especial? Por que ela custa dez reais a mais que as demais? Acredito que seja o aplicador! Diferente das demais, essa máscara possui aplicador “desigual”, ou seja, ele não é simétrico, tendo cerdas de diferentes tamanhos em ambos os lados. Teoricamente, se antes você usava a Ultimate para dar volume e a Lash Love para alongar, agora só precisa da Lash Intensity…

Close Aplicador

Porém, eu não senti isso tudo não. É verdade que eu não uso máscara de cílios todos os dias (e quando uso, essa não é a primeira opcão…) então não posso falar dos benefícios de cílios mais hidratados e menos quebradiços, mas sobre o efeito em si nos meus cílios, posso falar, né?! Abaixo estão as imagens sem máscara de cílios, com uma camada e com duas camadas. Lembrando que sempre faço uso do curvador de cílios…

com SEM máscara

com máscara 1 camadacom 2 camadas

Como pode ser notado, ela dá um bom efeito, né? Os cílios parecem bem naturais, porém intensos…

Depois de cinco horas, a máscara se manteve bastante íntegra, considerando que sua fórmula não é à prova d’água e minha pálpebra não favorece. Apenas borrou um pouco abaixo dos olhos. E devo dizer que foi pouco mesmo, pois já me aconteceu muito pior com máscara da Dior! Veja abaixo.

máscara depois cinco horasborrão da máscara

Uma vantagem das máscaras de cílios da Mary Kay é que a fórmula já é encorpada. Sabe como com alguns produtos desse tipo a gente precisa abrir e usar por um tempo até que fique na consistência ideal? Pois é. As máscaras de cílios da marca parecem que já vem “abertas”. Gosto disso!

No entanto, eu esperava mais. Tipo milagre mesmo, sabe? Esperava um efeito de cílios postiços, porque eu ouvi por aí que essa era a promessa…

Resumindo, a máscara de cílios Lash Intensity, da Mary Kay, é uma boa máscara de cílios. Porém, na minha opinião, se estou pagando R$ 69,90 nesse tipo de produto, tem que ter uma vantagem visível e imediata. Ou seja, tem que ter um efeito melhor do que uma Colossal da Maybelline, por exemplo. Já usei essa máscara na correria, sem curvar os cílios e o efeito foi super sem graça!

Na minha opinião, colocar vitaminas e ácidos graxos em uma máscara de cílios para “agregar valor” não é atrativo pelas razões que já citei acima: quero efeito visível e imediato quando estou me maquiando. Imagino que muitas mulheres pensem como eu… Mas se você discorda ou usa essa máscara com frequência e notou diferença na “qualidade” dos seus cílios, me conta nos comentários?

🙂

Máscara de Cílios Lash Intensity, Mary Kay

Anúncios

Curvador de Cílios , Kiko

curvex kiko | NND

Meu terceiro curvador de cílios, esse exemplar da KIKO é um queridinho!

Eu demorei muito a me render ao “curvex”, o que é um tanto absurdo para uma pessoa com olhos encapsulados como os meus! Quando sua pálpebra é “gordinha”, “caída”, entre outros adjetivos, cílios fazem toda a diferença…

Comprei esse curvador na loja da KIKO em Florença, Itália, por €5,90 e achei um preço bem justo.

Abaixo estão as imagens do antes, durante e depois da aplicação desse curvador. A última foto mostra os cílios com uma camadinha de máscara.

curvex kiko3

curvex kiko4

curvex kiko5

curvex kiko6

 

É impossível negar a diferença, não é?

Ultimamente ando numa vibe mais preguiçosa natural e acabo por ficar bastante tempo sem maquiagem. Quando preciso dar uma saída rápida, dou uma bela curvada nos cílios e tchau! Sim. Só isso. Já noto muita diferença! Claro que não dura muito, mas o suficiente para eu dar uma volta de duas horas…
De maneira geral, noto que a curvatura se mantém “no lugar” e bonita quando uso máscara à prova d’água. caso contrário, os cílios caem um pouco. Ainda assim, é melhor do que não curvar!

#ficaadica

😉

 

20150708_Givenchy

Sexta da Maquiagem: Look Festa Prata Clássico

Look Festa Prata Clássico hooded eyes

Na segunda-feira, nos Links da Semana, postei essa maquiagem linda da Bruna Tavares. Resolvi pegar minha réplica da Naked 2 e seguir os passos, com algumas mudanças, claro.

Look Festa Prata Clássico pálpebra gordinha

Dá para ver que as cores das sombras são bastante diferentes. Usei a sombra branca do trio de efeito brilho Tuxedo da Mary Kay no lugar do “glitter”. Nada é fácil nesse olho super encapsulado, mas eu gostei do resultado!

Quer tentar? Segue o passo a passo da Bruna. Eu não usei o lápis preto, então o look ficou bem menos dramático!

Bom final de semana!

😉

Look: Baladinha de Natal

E ele chegou! O Natal finalmente está aqui e com ele a correria! Mas como quase nada é tão importante quanto “perder” tempo em frente ao espelho, me inspirei nas baladeiras de plantão! Se você é do tipo que não perde a oportunidade de ir para a balada nem na noite de Natal, se joga nesse look festivo com um toque de drama!

Look Natal Balada.133

O drama fica por conta do delineador “exagerado” junto com os cílios postiços… Mas deixei os lábios neutros para balancear, né?! Haha.

Look Natal Balada | NND

Fiz o seguinte:

1. Apliquei sombra marrom opaca Marrom Bouclé da paleta Natural Glamour (Contém 1g)  de leve em toda a pálpebra, exceto no canto interno;

2. Apliquei a sombra bege/dourada/ sem cor definida… cintilante Dramatic Gold (Contém 1g)  – esqueci de mostrar 😛 – no canto interno e na pálpebra móvel;

3. Escureci o canto externo com a sombra Preto Opaca da paleta (Contém 1g), de leve, esfumando para o côncavo, para definir o olhar e conferir um pouco de drama ao look;

4. Apliquei a sombra verde do quarteto Isabela Capeto para Panvel no côncavo, esfumando para dar um toque de cor e também junto aos cílios inferiores;

5. Apliquei sombra em pó solta Hypnotic (Mahogany) no canto interno, subindo um pouco e invadindo o restante da maquiagem;

6. Iluminei rente a sobrancelha com sombra Branco Acetinado (Contém 1g);

7. Apliquei delineador líquido a prova d’àgua (Essence) em um traço grosso para marcar bem o formato do olho, excluindo o canto interno;

8. Apliquei lápis preto Mega Impact (Avon) rente aos cílios inferiores;

9. Apliquei Cílios postiços, seguido da máscara de cílios I love Extreme (Essence).

Na pele:

– primer facial (Mary Kay)

– base Le Teint Touch Éclat BR50 Beige Rosé (YSL)

– corretivo em pasta Erase Paste (Benefit)

– pó solto Claro MD (Contém 1g)

– pó compacto Capuccino (Panvel) para contorno

– blush Silky Touch 60 (Essence)

Na boca:

– brilho labial Full Potential Lips Plump and Shine 02 peach (Clinique)

maquiagem Balada pós Natal | NND

Feliz Natal, pessoal!

😉

Let’s talk about mascara…

Notícia importante: O blog Muito além do rímel fez uma listagem de sorteios abertos em diferentes blogs. Passa  e confere!
Infelizmente muitos pedem para curtir a fanpage e eu, por ser louca (ou sei lá), não tenho facebook. 😦

Minhas compras na Sephora – e seu resultado – me renderam assunto…

Então, girls. Máscara para cílios.

Vou começar este post como reuniões de grupos de ajuda: eu tenho um problema…
Pois eu tenho muitos, mas hoje serão as máscaras para cíclios. O problema não são elas, mas meus cílios.

Meus cílios são caídos :(. Como minha pálpebra é caída/escondida (whatever!) acho muito normal que meus cílios também sejam. Claro que as coisas podem sempre ser piores: os cílios do olho direito são mais caídos que os do olho esquerdo (assim como minha pálpebra :s). Porém, para quem tem pálpebras caídas os cílios são um ponto muito importante na maquiagem. Dito isso, é possível entender minha relação com as máscaras para cílios, já que as que uma boa máscara é vital.

As máscaras que mais funcionam para mim são as alongadoras. As que são voltadas para volume não parecem fazer muito pelos meus olhos. Não me entenda mal, elas dão uma modificada, por exemplo, sem máscara eu não tenho cílios e com essas eu tenho. PONTO. Só tenho, mas não tenho muito. Então eu fiz um apanhado das máscaras (eu quero muito chamar de rimel, pois eu chamo as coisas pelo nome da marca original do produto, como as avós, sabem? Rimmel, Maizena, Modess, o.b., etc.) que utilizei no último ano/ ano e meio.

máscaras.003

Como é possível imaginar, os que possuem um símbolo de “check” eu aprovei e me dei bem. Os que possuem um “X” não valorizaram meus cílios da maneira apropriada. A razão é porque aquelas que “funcionaram” são máscaras alongadoras ou, como a Falsies e a CustomEyes, alongadoras e volumizadoras. Eu comecei com a CustomEyes que, como as da L’oréal e a Falsies, foram compradas no exterior por preços muito camaradas (muito mesmo, graças ao Jack’s World em NYC).

A CustomEyes tem dois estágios: alongamento e drama ou alongamento e definição. Eu usava no segundo estágio, pois a definição “me valoriza”, mas a diferença entre os estágios não era grande coisa. Para minha surpresa esta máscara não me deixou a cara da Jessica Biel, como eu esperava ficar (vide propaganda do produto)… Haha. Foi com essa máscara que eu entendi a dinâmica alongamento – cílios caídos. Confesso que eu passava umas três camadas… Na verdade eu tentava diminuir a diferença entre a altura dos cílios nos olhos e ia passando várias vezes em uma única vez. Entende?

A High Impact Curling foi trazida por mamãe de uma viagem ao exterior – como eu disse, eu não pago o preço brasileiro por quase nada… Ela funcionou muito para mim, porém, mesmo sendo lavável, eu tive muita dificuldade na hora de demaquilar. Precisava um ou dois passos a mais que minha rotina demaquilante/de higiene facial diária. Quando lavava, ela formava grumos que não saiam por nada, então diminuí o uso. Quando ela ficou “ruim” eu mantive o aplicador para pentear quando as demais geram acúmulo de produto nos cílios. Ouvi falar que a Colossal da Maybelline também não sai por nada, verdade?

Eu estava morrendo para testar a Telescopic Explosion. Posso dizer que foi uma grande decepção. O que esperar de uma “imitação” da Dior, né? Não valorizou os cílios em nada e, provavelmente por ser muito nova, lambuzava tudo. Ela exigia mais tempo e paciência do que eu estava disposta a gastar com ela. Passei para uma amiga e ela nunca comentou, então deve ter ido para o lixo.

A The Falsies Flared (e a Falsies comum) foi a melhor máscara de cílios para mim até o momento. Ela alonga e dá volume e, com o aumento do número de camadas, deixa os cílios perfeitos (ao meu gosto). Como minha pálpebra é caída, a aplicação da máscara é sempre uma aventura. Eu tentei seguir a rotina da Marina Smith, mas convenhamos que é amor demais pelos cílios. Eu prefiro dormir nestes dez minutos… Mas a idéia do espelho embaixo para podermos olhar de cima é uma boa. O que funcionou para mim com o Falsies foi dar uma puxadinha no canto do olho e passar a máscara. Assim parece que pega melhor, curva mais – já que não uso curvex (preguiça…). Quando acabou o produto, eu lavei e guardei o aplicador para pentear os cílios como citado para a High Impact.

O Volume Glamour é uma máscara volumizadora que quase não tem efeito nos meus cílios. Ele rapidamente foi para a caixa dos produtos “bleh” e logo seguiu para o lixo.

No momento eu uso a Telescopic. Me dei muito bem com ela por ser alongadora, deixando os cílios bem definidos que é o que me interessa, já que volume em cílios curtos não é grande coisa. Algumas vezes eu realmente “acerto a mão” e consigo deixar os cílios bem alongados (raramente muito curvados) sem me lambuzar.

Finalmente, a novata na coleção e a grande fonte de expectativa: they’re Real! Como eu falei no post de compras na Sephora, ela funciona mesmo. Não uso sempre porque comprei com a idéia de tê-la na bolsa (sim, eu sou maníaca por miniaturas e quero que sirvam o seu papel de travel size, haha), mas ela é muito boa mesmo. Como ainda não passou meu ataque de compras, eu encomendei a réplica dela no Aliexpress. Em um mês eu conto como ela é…

Essas são as máscaras do ultimo ano. Ainda tenho mais duas máscaras fechadinhas no meu estoque (eu faço estoque das coisas)…

Se você tiver alguma dica, por favor, compartilhe!

😉

Nota: Gente acabei de descubrir o melhor curvex express do mundo. Eis o método:  você está preparando o jantar (berinjela à milanesa no forno) e, com a máscara de sua preferência, abra o forno e mexa em qualquer que seja o alimento que o forno contenha. PRONTO. A máscara perde umidade instantâneamente e curva seus cílios. Uma delícia (#spn)! É uma sensação de intenso desprazer! Haha.

Meta: comprar uma máscara rotadora até o final deste ano! Haha.

P.S.: As imagens de produtos são provenientes de sites de compra via internet.

Compras na Sephora!

Uhuuuu! Minha primeira compra na Sephora no Brasil! Online, claro, já que Porto Alegre não é importante o suficiente para ter uma Sephora.
Eu me rendi a uma compra na Sephora por uma razão apenas: nas compras acima de R$70 você ganhava uma miniatura da máscara they’re Real da Benefit (que custa R$50!!!). Como toooooodo mundo já falou que esta máscara é a melhor do mundo eu resolvi adquirir e não seria pagando o absurdo de R$50 em 3g de produto! Com isso, comprei alguns produtos que me eram interessantes ou geravam uma certa curiosidade…

comprasephora.002

Eu fiquei bem feliz com as compras e bastante surpresa com algumas!

O é bem suave e, pelo que ouvi falar, controla a oleosidade. Eu comprei ele por ter uma embalagem bem fina que se encaixa melhor na minha bolsa e por ter FPS 30, que ajuda a retocar o protetor solar ao longo do dia.

O lápis labial tem uma cor ótima, que dá para usar com muitos tons de vermelho! Eu comprei porque me borro toda ao passar batom vermelho (boca torta :s) e o lápis ajuda bastante.

O blush. Ah, o blush… Eu tenho problemas em encontrar O BLUSH que ficará ótimo para sempre, sabe? Eu tenho tantos e de tantas cores… Mas nenhum realmente opaco. Não que eu estivesse esperarando um blush opaco ao comprar este, mas enfim! Eu queria muito comprar a cor pêssego, mas algumas meninas diziam ser mais um iluminador do que um blush. Realmente, a cor pêssego tiver tanto brilho quanto este mauve, geeeente… É brilho pra vida! Eu comprei o mauve porque esperava que fosse um rosa antigo MESMO, mas ele está mais para rosa rosa. Eu sonho com um blush pêssego há muito tempo, mas recentemente soube que ele não seria ideal para minha pele. Eu tenho a pele clara, mas graças a MAC eu descobri que é clara com fundo amarelado e que para este tom de pele o ideal seriam cores rosadas (do claro ao escuro), bronzeadas e nunca alaranjada ou pêssego (#chateada). Assim, frustrou minha idéia do pêssego. Em compensação, achei um bronzer nas coisas da minha mãe que ficou bem legal e acho que logo vai ser meu (minha mãe sabe  quase ZERO de maquiagem, ou melhor, não tem a paciência necessária para o ritual completo – bronzer, iluminador, etc.).
Também, eu estava muito curiosa com um blush em creme (ou mousse…), pois minha tentativa com o blush em creme da linha Candy da Panvel foi muito frustrante. Neste ponto eu gostei deste da Maybelline, pois espalha bem.

O curvador elétrico da Sephora só valeu a pena porque paguei 60% mais barato. Não me entenda mal, ele “funciona”, mas R$70 em algo que levemente curva seus cílios não dá, né? Ele será meu curvex de bolsa, para aquele momento de dar um “up” na make do dia.

O Lip Butter me surpreendeu muito. Ele é realmente muito pigmentado para um produto que seria um hidratante com cor. Porém, vi por aí que não são todas as cores que tem pigmentação forte. Este vermelho é muito bonito e, eu que sou bem discreta, consigo usar sem problemas! O “problema” é que ele não hidrata para um hidratante labial, mas também não resseca como alguns batons.

E, enfim, a razão de todas as aquisições: they’re Real! Eu gostei bastante e logo notei que o segredo é realmente o aplicador. Ele é super espinhoso e bem firme. Pessoas menos coordenadas deveriam ter cuidado porque se aquilo pega no olho… Os meus cílios são até de bom tamanho, mas eles são para baixo :(. E, claro, em um olho são mais arqueados que do outro :/. Então, como o they’re real funciona mesmo, acaba um olho ficando com cílios mais elevados que o outro e eu tenho que baixar! Hahaha. Triste ser eu, ok?!

Resumindo, todas as compras foram boas, mas o curvador de cílios e o they’re Real! não valem o preço cobrado. Eu consigo o mesmo efeito com um curvador manual de R$15 e uma máscara de R$30, o que é uma boa economia…

🙂

P.S.: As imagens de produtos são provenientes de sites de compra via internet.