BB Cream: Peach Green Tea BB

Oie!

Tenho usado mais bases do que BB Creams, mas como este já é meu terceiro BB Cream da Skinfood, achei que era hora de contar para vocês! Haha.

O primeiro que usei foi o Apple Cinnnamon Tea BB (maçã e chá de canela), ingredientes “clareadores” que, teoricamente, iluminam a face. Esse tem SPF 36 e não especifica o tipo de pele ao qual é indicado. Não notei o efeito clareador do produto, mas usei até o final, entre os meses de maio e setembro. Já o segundo foi o Peach Sake Pore BB SPF 20 (pêssego e saquê), ingredientes que diminuem os poros e controlam a oleosidade, matificando a pele. Acabei usando esse poucas vezes pois, para o verão, a cor ficou muito clara., então não tenho como dizer realmente se funciona.

Atualmente uso o Peach Green Tea BB FPS 20. Diferente dos outros dois, a cor dele é a 2 (natural medium), que é um pouco mais escuro, mas pouco. Ele tem um tom de fundo rosado, então não fica perfeito, mas dá para usar! 🙂
Por ter pêssego e chá verde como componentes, segundo a Skinfood, o produto deve matificar a pele e controlar a oleosidade. Devo dizer que isso acontece, mas por pouco tempo.

Skinfood.143

Os BB Creams da Skinfood, marca coreana, tem uma boa cobertura comparada com outros, como o da Natura, por exemplo (post a caminho…). Dependendo de como é aplicado, pode ter uma cobertura mais leve ou mais pesada. Como as bases específicas para pele oleosa, esse não sai na água.

Skinfood - amostra.144
Com relação a controlar a oleosidade, não funcionou para mim! Sente só…

oleosidade.144

Então, se você também sofre com oleosidade, talvez esse BB cream não seja a melhor escolha para você…

Além do BB cream da L’Oréal, alguém tem outra dica de BB cream para controlar a oleosidade?

🙂grav

Meus Produtos de Maquiagem

Oie!

Hoje vou mostrar minhas makes! Não são muitas, mas é muito mais do que eu tinha nesta mesma data do ano passado.

Esse ano que passou foi o ano da descoberta para mim. Em 2012 comecei a me interessar bem mais que no ano anterior, mas em 2013 esse foi meu maior interesse, culminando em um curso de Maquiador Profissional e um cadastro como Consultora de Beleza Mary Kay, o que, juntos, me tornam uma Consultora de Imagem (<3). Por essa, nem eu esperava!

Em 2011 fui a Nova York e fiz pouquíssimas compras de cosméticos e makes. Já em 2012, as idas na Sephora e farmácias fizeram meu roteiro nos poucos dias em NYC. Ainda bem que, na época, eu não conhecia muito do riscado…

Em 2013, descobri o Aliexpress, a Sephora online e as lojas de cosméticos baratinhas que me possibilitaram conhecer novas marcas e me interessar e pesquisar produtos. Logo, o blog que tinha como foco maquiagens e receitas, viu as receitas sumirem aos poucos. Porém, pretendo voltar com minhas receitinhas (<3)!

Devo admitir que o curso de maquiagem e a montagem de um mostruário Mary Kay são responsáveis por triplicar a pouca quantidade de makes que eu tinha… Sem contar que o mostruário Mary Kay está sendo responsável por me fazer não usar mais da metade das demais marcas! Como disse uma amiga: “Quando a gente descobre o que é bom, o resto fica difícil!”.

Como eu, minhas maquiagens são bem ecléticas, ou seja, tem de todas as marcas. De MAC a Koloss, Contém 1g a Marchetti, YSL a Panvel, e por aí vai… Não dou muita bola para marcas, mas tenho curiosidade por produtos. Se não fosse uma promoção relâmpago da Sephora, eu jamais pagaria o preço cobrado pelo Lip Stain da YSL (principalmente agora que testei…). O pouco que tenho da MAC só está dentre os materiais graças aos preços praticados fora do país, assim como os produtos da Benefit, por exemplo. Eu até entro um pouco naquele buzz dos blogs dizendo que você PRE-CI-SA de tal produto para viver, mas só um pouquinhozinho e se eu tiver dinheiro!

Enfim! Ó os queridos aí:

Material.115
Material.116
Material.117

Do mostruário, é uma bolsa multiuso e uma paleta, na qual não couberam todos os blushes que tenho. Claro, eu não tenho nem metade da variedade de produtos de maquiagem que a Mary Kay oferece…

Material.118Material.119Material.120Material.121

E aqui, um look básico, que uso  para o trabalho, com produtos Mary Kay!

 LookMK.123

* base timewise avabamento matte – Beige 4

* corretivo Yellow

* corretivo Ivory 2

* sombra Lavender Fog

* sombra Honey Spice

* sombra Espresso (bem de leve)

* lapiseira retrátil Violet Ink

* máscara de cílios Ultimate

* batom Fuchsia (de leve)

🙂grav

Bling in the Sea: Iluminador Facial em Pó

Ooooooi!

Sobreviveram a uma quarta sem post? Tenho certeza que com muita dificuldade! Hahahahaha. #vidaloka

Trago para vocês (ao menos para aqueles que não conhecem…) o Bling in the Sea, iluminador facial em pó da Etude House, marca coreana. Se você está pensando: “Eu já li este nome antes…”,  saiba que sim! Já mostrei um brilho labial com cor da marca e falei sobre o post do Pausa para Feminices em uma segunda-feira por aqui…

Este iluminador custou o absurdo (hahahahaha) de R$5, aproximadamente. Piada? Não.

Bling

I ❤ Korea! 🙂

Além de ser essa fofura toda,  parece que irá durar uma eternidade pela quantidade de produto na embalagem! O brilho é furta-cor, com algumas partículas de glitter. Portanto, pode ser usado durante o dia. Após dar batidinhas na fece com o aplicador tchutchuco, você espalha com um pincel.

Não é a coisa mais fofa EVER? Etude House existe para que você se sinta uma criança para sempre…

🙂grav

Brilho Labial com Cor

Tinted balm? Lip stain? Lip cream? Liquid lipstick?

Pois é. Parece que qualquer coisa está na moda, menos o batom em si! Haha.

Hoje vamos nos ater ao primeiro da série (que vai ter só dois capítulos, porque é o que eu tenho! Haha): o tinted lip balm, ou brilho labial com cor.

Eles existem em várias marcas, mas este tipo de produto só me chamou atenção quando foi lançado pela Clinique, o chamado Chubby Stick – Moisturizing Lip Color Balm, vendido a $89 pedacinhos de vida no site da marca. Sonho…
Como eu sou do tipo “quero esse, mas vou achar algo parecido que valha o preço”, comprei o Revlon Colorburst Lip Butter assim que estava disponível. Foi minha primeira compra no site da Sephora, embora a cor que eu gostaria não estivesse disponível. Porém, isso foi bom pois me deu oportunidade de introduzir um pouco de vermelho na minha vida… Aproveito este post para mostrar para vocês como fica nos lábios. Porque mulher nunca está satisfeita, eu pensei: “gostei desse negócio e quero outro!”, mas como eu achei que não valeria pagar mais $30 pedacinhos de vida em um “brilho” que gasta bem rápido, eu fui atrás na gringa!
Uma vez eu comprei uns produtos coreanos e gostei muito. O vendedor então me passou o site da loja dele fora do ebay, que possui muito mais coisas e preços melhores, porém sem frete grátis. Na loja, havia um produto do mesmo estilo do da Revlon, porém coreano: Apricot Stick, da Etude House. Namorei por um tempo até ter coragem de fazer uma compra e pagar o frete. O frete custou o preço de 10 produtos que comprei. MESMO!

Ele não é tão bonito como o da Clinique, mas é fofo! Parece uma canetinha…

Etude.079

Ele não é tão pigmentado quanto o da Revlon, mas nem todas as cores de Lip Butter da marca o são. Comprei a cor vermelha porque pesquisei e vi que era bastante pigmentada mesmo nos lábios. Aqui tem um post sobre eles e todas as cores disponíveis nos EUA.

Assim, eis as amostras nos lábios e no lenço, após limpar os lábios:

Etude Revlon.078

Ah, tem mais produto na bala dos brilhos além do exposto, eu não rolei até em cima!

Essa amostra é com uma passada de produto. Se adicionar mais camadas, a cor ficará mais intensa. Dependendo do meu humor (e da roupa!) eu aplico mais de uma camada!

Eu gostei desse tipo de produto, pena que os “bons” (Clinique, Revlon, etc.) não tem precinhos camaradas como esses da Coréia. E pena que o da Coréia tem apenas algumas cores… E demora um mês para chegar…

Se você conhece um produto como esse que seja BBB, compartilhe, please!

🙂

grav

Compras!

Nos últimos tempos eu sofri um pequeno descontrole quanto a compras. Eu recentemente (graças!) descobri o ebay e o Aliexpress. E ainda bem que foi só recentemente, pois se eu tivesse descoberto antes eu teria comprado muito mais! Mas esse novo preço do dólar acabou bem rápido com esse meu descontrole… Caso você não conheça as maravilhas (e horrores) desses sites de compra online, imagine-se uma pessoa maníaca por liquidação. Imaginou? Ok. Agora você sou eu. Eu sou o tipo que enxerga as palavras liquidação, sale ou OFF e fica pensando: “o que neste universo de produtos/ serviços eu preciso?”. Já imaginou como foi meu primeiro mês com o peixe urbano? Hehe. O que? Acabei de descrever 99% das mulheres? Que bom. Fico feliz em ser normal!
Embora seja cliente do strawberynet.com há alguns anos, ebay e ali são novidades para mim e, como toda novidade, isso gerou esta alegria descabida com “bons negócios”.  Alguns deles estão aqui:

ComprasChina.010

As aquisições são um kit de pincéis réplica da Sigma (Mr. Bunny) e uma réplica do F80 (HD, flat kabuki), uma réplica da Naked 2, três BB creams da Skinfood, uma amostra do BB cream Gold da Skin79 (esqueci de fotografar e já consumi), um pó translúcido da Skinfood e uma paleta de corretivos sem marca (que foi o mais barato, ainda bem).

Eu nunca fui ligada em marcas, estilistas ou tendências. Gosto do que gosto e pronto! Claro que eu acho lindinhas as coisas e pago um pouco mais em uma ou outra coisa, como um primer Porefessional da Benefit, um blush da Bourjois, uma máscara de cílios ou uma base da Revlon ou um batom da MAC, mas não o preço “brasileiro”. Uma vantagem de estar em um estado que tem fronteira com o Uruguai é essa… Como eu não pagaria nem o preço americano da Naked (não que não valha a pena, já que são 12 cores de sombra de boa qualidade), a réplica está mais que bom, ainda mais depois de uma boa resenha da Jeh (inclusive dá para comprar pela loja do blog). Quando eu fizer parte do 1% eu certamente gastarei mais nisso, mas por enquanto não acho que valha o esforço monetário…
Eu não usei o suficiente todos os produtos, mas já testei todos. Assim, eis que:

Kit de pincéis: gostei de todos. Embora eu não possa comparar com os originais, posso comparar com os clássicos da Avon, Natura e contém 1g. As réplicas dão de dez a zero nos nossos brasileirinhos (Avon é brasileira de coração)… Algumas opiniões são bem pessoais, por exemplo, o pincel de blush é bem compacto, o que dificulta esfumar o blush. Acredito que com o tempo ele vai abrindo. Eu gostei particularmente do pincel de pó até ver este vídeo sobre como aplicar o pó…

Réplica F80: gente, eu demorei para me acertar com esse! Eu vi algumas meninas usando para passar base em pó e comprei por essa razão, mas não gostei. Ele é super denso e fofo… Me acertei usando ele com base líquida/cremosa (que é para o qual realmente foi desenhado) e BB cream. Eu estou SEMPRE em cima da hora para sair de manhã e não abro mão de cinco minutos na cama para usar o pincel todo dia, então acabo usando pouco. Mas faz muita diferença, principalmente agora que  está frio e minha pele (que é mista e jorra óleo da zona T no verão) resseca na zona T. Passando os BBs com pincel diminui aquela aparência ressecada que piora quando se aplica com os dedos.

Réplica Naked 2: também não posso comparar com a original, mas gostei muito. As sombras são super compactas e me dá uma idéia de um meio termo entre cremosa e em pó. É estranho, eu sei, mas me parece isso… As cores são bem pigmentadas mesmo… Bem, vejam o vídeo da Jeh que não tem erro.

BB cream Gold Skin79: esse BB cream não é para peles oleosas, inclusive me causou uma espinha (acredito que tenha sido ele). Porém, na situação que minha pele se encontra ele cairia bem… Quando você passa fica aquela cor falsa, acinzentada, mas logo ele “senta” na pele e parece se camuflar na sua cor natural.

Pó translúcido Peach Sake Skinfood:  se você não está familiarizada com este tipo, esse pó é branquinho, fininho e some na pele. Me lembrou o chamado pó de arroz, que minha mãe fala da época da minha avó… Sim, saquê é feito de arroz, eu sei. Haha. Eu não consigo dizer como ele “segura” na pele, pois eu tenho impressão que, não importa o que aconteça, se está úmido (uma constante em Porto Alegre) eu vou ficar brilhosa. É fato.

BB cream Peach Sake Skinfood: não usei, mas comprei por acompanhar a resenha de blogueiras que dizem ser o BB cream para pele oleosa.

BB cream Good Afternoon Apple Cinnamon Tea (cor 1): este eu estou usando neste mês. Ele não é exatamente para peles oleosas, mas acho que faz as vezes, pois não está me dando a hidratação que eu gostaria nesta época do ano. Ele é um pouco mais claro que minha pele (eu sou NC 20-25 na MAC), mas, como o da Skin79, ele se camufla logo após a aplicação.

BB cream Good Afternoon Peach Green Tea (cor 2): não usei, mas comprei a cor dois pois uma menina disse que a diferença entre elas não era tão grande. Pra mim é sim! Quando eu coloquei ele em luz natural na minha mão eu fiquei com cor de caramelo! Tipo NC 35-40 na MAC… Mas na luz fluorescente ele não pareceu tão escuro e acho que posso usar no verão. tanto este quanto o peach sake são para peles oleosas (se não me engano, saquê e chá verde são os responsáveis por segurar a oleosidade).

Paleta de corretivos: como dizem no interior, esta paleta é uma bela bosta porcaria. Quando chegou estava suado! É extremamente oleoso ao passar, mas tenho que admitir que se não aplicar na região dos olhos e “sentar” com pó,  ele fica paradinho. Mas é muito oleoso…
obs.: eu descobri esses dias que a região dos olhos só deve receber corretivo líquido. Eu tenho só um líquido (Revlon) e uns quatro em bastão e cremoso. :/

Acabou? Acabou! Nossa, eu não imaginava que demoraria tanto para escrever esse post. Eu adoro posts visualmente atrativos e fotos “mexidas”, mas se sem as fofurices a elaboração de um post já toma um tempo, imagino com todos os fru-frus! Parabéns para as meninas com blogs fofos que mantém o design por si só.