Compras na Fronteira: Rivera, Uruguai, em tempos de dólar a R$4

Dando uma olhada em coisas de bebês “no lado de lá” da fronteira, notei o absurdo dos preços para nós, pobres brasileiros, nesse momento de cotação absurda. O preço em dólar continua o mesmo, ou até menor, mas a cotação deixa alguns produtos impraticáveis e até mais baratos de comprar aqui mesmo na República das Bananas. Stellinha não ganhará produtos Chicco e Carter’s de mamãe se o dólar continuar assim, e sabemos que vai!

Resolvi então atualizar o preço daqueles mesmos produtos (ou quase!) selecionados no primeiro post sobre Compras na Fronteira, de dezembro passado.

Compras na Fronteira em tempos de dólar a R$4.063

Comparando com o post anterior, é possível notar que o preço em si não é muito diferente, mas a dor no bolso é outra!

Eu pesquiso os freeshops turísticos, ou seja, onde turistas fazem compras e não a galera que compra para revenda (embora proibido pela legislação brasileira…), pois esses tem os produtos mais “luxuosos”, o que mais nos interessa. A maioria desses freeshops estão com a cotação menor do que o mercado, ou seja, US$1 = R$3,90. Um que outro ainda está mais baixo, como R$3,80. Mas antes de reclamar da ganância do dono do freeshop, entenda que eles refletem apenas o cenário econômico vigente. A razão de poderem praticar a cotação (sempre baseado no dólar comercial) um pouco abaixo é devido ao fato de seu estoque ter sido comprado no momento do dólar naquele valor. Mas isso eles só fazem em tempos de crise, no restante do “ano” o dólar acompanha a flutuação.

Dou destaque para o Barão Freeshop que está liquidando estoque e tem vários artigos, de pouco interesse, é verdade, a uma cotação de US$1 = R$2. Isso vale para alguns vinhos e outras coisas que não me chamaram a atenção e principalmente condicionadores de ar. Aí vale a pena! Tem condicionador de ar de 12.000 BTUs de boas marcas congelados a R$789. Isso, no momento que eles fazem a “reconversão” (dólar-real-dólar), sai por um valor abaixo da cota estipulada pela Receita Federal e você não precisa nem pagar imposto. Para quem mora por perto, vale a pena vir só pra isso.

No entanto, eu não vejo vantagem em andar 500km para comprar batom, base e shampoo. Principalmente porque são poucos os produtos que estão com valores realmente abaixo do mercado brasileiro.

Por exemplo, comparando com preços na Sephora:
Esmalte OPI = R$46 (+R$5)
Batom MAC = R$69 (-R$9)
Base ColorStay Revlon = R$87 (+R$28)
Base Superbalance Clinique = R$ 159 (+R$46)
Perfume 212 CH Femme = R$319 (+R$58)

Considerando que pode-se parcelar, ganhar brinde e receber em casa com frete grátis, com certeza vale a pena comprar online e não se jogar para fazer compras na fronteira…

Momento maternidade: tem um óleo da Clarins, o Huile “Tonic” que já ouvi fazer maravilhas pela pele na questão de estrias na gravidez. A Lu Ferreira, do Chata de Galocha, ama ele mas disse ser caro. Quando um blogueira famosa acha algo caro é porque deve ser uma fortuna né? Saí, então, então para procurar aqui e vi que custa US$70. Se imagirnamos um cenário de dólar a R$2, como era quando me mudei para cá, R$140 por milagres em potinhos eu pagaria, mas hoje o “santo” óleo sai por R$273, o que é mais caro que a Sephora, inclusive. Fala sério…  

>.<

728x90_Maquiagens

Anúncios

5 respostas em “Compras na Fronteira: Rivera, Uruguai, em tempos de dólar a R$4

  1. Oi…tudo bem…..gostaria de saber o porque dela praticaram o preço em dólar se a moeda praticada no país e o peso…..isso não se torna o produto bem mais caro. Esse é o típo se atitude que eu não entendo. ….se a moeda circulante no país e o peso. ..porque cobrarem em dólares. …estou certa ou errada. Seja sincera comigo….j

    Curtir

    • Oi, Rosângela.
      Eu não sei a resposta, porém vou te dizer o que eu acho…
      Todos os free shops, tanto em fronteiras com o Brasil quanto em aeroportos brasileiros, fazem comércio em dólar. Acredito que se deve ao fato dos produtos serem importados e negociados em dólar. Assim, o freeshop compra em dólar e vende em dólar. Nós, aqui podemos pagar em dólar, pesos ou reais.
      O freeshop em si é “internacional” e, aqui, cidadão uruguaio não pode comprar exatamente porque é destinado para quem não paga impostos no país, logo não usufruiu do bem no país.
      Na Europa, os freeshops de aeroportos vendem em euros que é também uma moeda forte como o dólar…
      No caso, se os freeshops vendessem em pesos, não significa que os preços seriam menores, seria apenas o equivalente ao dólar, em pesos.
      O comerciante normalmente garante o lucro dele vendendo em dólar porque a cotação varia para nós, mas ele já pagou o produto em dólar…
      Avó que escrevi muito r não disse nada, mas resumindo, acredito que ele prática na venda a moeda que utiliza pra compra. Assim ele não tem que trocar o valor dos produtos a cada nova variação cambial.

      Curtir

      • Ok….obrigada pela atenção e tirar minha dúvida. Tenha uma viagem marcada para o dia 16/09 para Riviera por isso a curiosidade. Uma outra dúvida meu filho também está querendo ir mas ele está na dúvida em fazer compras com cartão de crédito. …como ficaria o valor ….seria o mesmo ou teria uma conversão. …? Pode me tirar está dúvida.

        Curtir

      • Sim, tem conversão e IOF, que é um imposto sobre compras no exterior. Além, ele fica a mercê da flutuação cambial até o dia de fechar a fatura do cartão. A melhor opção é ter dinheiro em mãos para as compras, caso contrário você pagará cerca de 6% sobre o valor de cada compra para o governo brasileiro, descontado direto do seu cartão MAIS a variação cambial.
        Não se esquece de se informar sobre os valores de isenção de compras. Caso contrário você deve pagar imposto sobre as compras.
        Tem um post sobre isso aqui no blog, se não me engano… Procura pela tag freeshops… 😉

        Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s