Prep + Prime Skin – MAC

Oie!

Hoje vou falar de duas primeiras vezes: o primeiro primer facial e o primeiro produto da MAC.
Sim. Isso foi há muito tempo. Há prováveis cinco anos. É sério. “Sua louca, ainda tem o produto?”. Tenho. Ou melhor, tinha! Me irritei e passei adiante!

Ouquei! Vou explicar…

Na primeira vez que ouvi a palavra primer neste mundo de cosméticos – já estava bem acostumada com a palavra no mundo da ciência! – eu achei o conceito fantástico ( e é!) e quis um para chamar de meu. Foi na mesma época que MAC estava bombando – junto com as blogueiras internacionais – e pedi para minha mãe trazer um de uma viagem. Pedi o primer Prep + Prime Skin e o iluminador mineral, Soft and Gentle, que também era novidade/febre na época. Mamis trouxe e tal, mostrei “prazamiga” e pulamos de alegria. Então, experimentei. Minha primeira impressão foi de que aquilo era um hidratante de fadas, porque além de siliconado, ele tem brilho. Sim, brilho que aje como difusor optico. Muito bonito, mas minhas bases levinhas da época não cobriam o brilho e eu saía toda trabalhada na “purpurina”. Haha.
Eu nunca notei muita diferença entre o antes e o depois, mas confesso que, ao fazer as fotos para este post, pude notar a diferença que o produto tem na pele. Depois de todos esses anos, o primer continua com a mesma consistência, cor, cheiro e etc. Parabéns, MAC! A única vez que tive um problema com esse produto foi quando eu estava fazendo tratamento com ácido e o dermatologista não me avisou que não deveria aplicar NENHUM produto de maquiagem, a menos que fosse mineral. Meu rosto inflou como um balão. Foi um caos! Quase joguei o primer fora. Mas como eu não sabia que o problema não era o primer e sim o ácido, lavei bem o rosto e passei outro primer, o qual teve o mesmo efeito. Foi então que entendi que não eram os primers o problema! :s
Usei o primer mais algumas vezes, mas não vejo muito resultado. Acabei passando para uma amiga testar.

Na verdade, eu tenho dificuldade em notar grandes diferenças. Eu realmente preciso me esforçar para notar o resultado, mas acredito que isso faça parte, como na maquiagem: a gente passa um monte de produtos para parecer que não passamos nada!

Enfim! Olha o primer aí:

macprep.149

macprep.150

Fazendo a análise das fotografias, vejo que, após aplicar o primer, meus poros arregaçados dilatados parecem menores, mas não porque realmente diminuem, mas sim porque há uma camada translúcida que dificulta a visualização, refletindo parcialmente a luz. Concordam? Noto bem logo acima da boca e na aba da narina. Não posso avaliar a “ruga” próximo a boca pois na segunda foto não estava com o lábio tensionado da mesma forma que na primeira. Que pena! Mas nas minha linhas de preocupação expressão da testa nunca pude notar diferença.

Segunda a MAC:

Uma loção ultra fluida formulada com silicone com efeitos especiais. Acalma e suaviza a pele, elimina o excesso de oleosidade e uniformiza a vermelhidão.

De maneira geral, não noto acalmar a pele nem diminuir a vermelhidão. E como vocês podem ver, eles não prometem diminuir a aparência dos poros. Então, não sei se considero um ponto extra ou o quê, já que tudo que sempre queremos é que o primer tenha essa ação! Haha. E, vamos combinar que por R$129, é bom que ele faça milagres!

Vou começar uma série “Batalha dos Primers”. Vamos ver se vale a pena ter tantos assim…

🙂grav

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s