O Poder da Maquiagem

Durante muitos anos eu ouvi da minha mãe a seguinte frase: “Tu vai de cara lavada?”. Isso acontecia sempre que iríamos dar uma saidinha ao shopping, etc. Mas o melhor mesmo era ouvir:  “Tu não vai passar nem um batom?” quando eu já estava maquiada (o que para mim era maquiagem…).

Por toda a minha adolescência, maquiagem foi sinônimo de batom (nude, claro!) e lápis de olho na linha d’água. Mesmo após viver um período nos Estados Unidos, onde aprendi a não tomar café da manhã para sobrar tempo de fazer uma maquiagem com base de cobertura média, máscara de cílios, sombra e gloss, voltei para casa e logo retomei minha realidade sem maquiagem. No início, eu me impressionei com o fato de que todas as meninas americanas (que não eram consideradas losers…) usavam maquiagem diariamente, mas logo acostumei e fiquei craque na maquiagem de cinco minutos que hoje não consigo fazer em menos de 30! Mas é de se esperar, pois agora tenho 12 anos a mais de imperfeições para cobrir! Hahaha.

Embora eu goste muito dos produtos de maquiagem, usá-los não faz parte da minha rotina. Para mim, base sempre foi artigo de festa. Não balada, mas formaturas e casamentos. Foi apenas recentemente que comecei a sentir a necessidade de usar o artigo para programas “menores”, como jantar em família, happy hour com amigos, etc. Acredito que isso seja um problema de, como diz uma amiga, DNA: Data de Nascimento Antiga (ou Avançada!). Claro, com a base vem o primer, o corretivo, o blush… Enfim! Tudo aquilo que faz com que gastemos nosso rico dinheirinho nesses artigos fúteis. FÚTEIS? WTF? Pois é. Muitas pessoas acham que maquiagem é uma futilidade, que não faz diferença. Até uns anos atrás, eu fazia parte desse grupo. Ainda acho que sair toda trabalhada no make para comprar um pão é um tanto desnecessário, mas é uma questão totalmente pessoal. Quem não gosta de se olhar no espelho e se sentir bonita? Pode ser futilidade mas, tcheeee, não vem me dizer que não faz diferença! Com a popularização do BB cream, eu mesma me sinto nua em sair de casa sem uma camadinha na cutis. 🙂

Eu entendo que algumas pessoas pensem que maquiagem é futilidade, afinal, cada um tem direito a sua opinião, mas para provar que FAZ diferença, segue um antes e depois, com direito a base de cobertura leve e técnica de iluminação e contorno.

Ignorando o brilho da testa em 3, 2, 1…

poderdomake.044

Clique sobre a imagem para aumentar.

Eu acredito que maquiagem vicia, pois beleza vicia. De maneira nenhuma isso é uma crítica, afinal, acho que cada um tem que  seguir aquilo que faz com que se sinta bem. Mas como não se sentir bem vendo seu rosto ganhar “vida”? Hahaha. Agora entendo a frase “rimel é vida!”. No entanto, eu sou a favor do “consumo consciente” para seu arsenal de make. Por que fazer coleção de algo que tem data de validade? Não gostou? Não funcionou para você? Vende, troca, doa para uma amiga. A maioria das pessoas gostam de experimentar produto… Sempre tem alguém disponível! Hehe

Falem o que quiserem sobre maquiagem, só não vem me dizer que “não faz diferença”, hein?

😉

grav

Anúncios

Uma resposta em “O Poder da Maquiagem

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s